Translate

12 de novembro de 2010

Inclusão Social? O que é isso?

Estamos em tempos modernos onde todos estudam para estarem atualizados em suas áreas profissionais, acolhendo idéias novas e se adaptando a elas. A idéia de se fazer inclusão social está dentro deste pensamento. Na mídia está bombando dizer "que é essencial incluir qualquer indivíduo socialmente". Também está na constituição o direito de todos estudarem em uma escola regular. "INCLUSÃO SOCIAL". Isto é muito lindo! Mas no papel. A realidade é bem diferente.
Tive uma experiência não muito animadora. Fui até uma escola muito conhecida no Rio de Janeiro. Uma escola onde todos elogiam ter estrutura suficiente para qualquer pessoa. Qualquer pessoa, menos autista. Marquei um horário para conversar com a coordenadora. Quando cheguei haviam duas pessoas na sala me aguardando, a coordenadora e a diretora. Logo percebi que ambas estávam apreensivas e com certeza o Lucas também percebeu, pois se irritou desde que entrou na sala.
A conversa começou com uma justificativa de que a escola não tem estrutura para acolher alguém com necessidades especiais e blá blá... Ouvi tudo, concordei em alguns pontos mesmo indignada com a visão daquela educadora. Para finalizar, eu disse que continuaria procurando uma escola com estrtura para receber o meu filho e a diretora incansável tentando me convencer a procurar uma escola especial, onde me fez até a indicação de uma. Também me indicou uma ONG.
Não é isso que dizem as novas metodologias de ensino. Será que alguma dessas profissionais já leram algum livro entre tantos que falam e ensinam como trabalhar com um aluno especial? Será que alguma profissional se interessou em fazer uma especialização nesta área? Acho que não. Poucas pessoas tem esta visão, apesar de todos afirmarem que são a favor da inclusão social. Até entendo a falta de interesse, pois não há ninguém próximo precisando... Mas no mundo globalizado de hoje, precisamos nos reciclar senão somos engolidos.
Compartilho experiências com uma mãe muito especial que tentou várias escolas para alfabetizar seu filho autista não verbal que hoje está com 11 anos. Ele passou por várias escolas, inclusive escolas especiais para tentar a alfabetização, nenhuma conseguiu alfabetizá-lo. Será que é porque ele não tem capacidade? A sua mãezinha nunca pensou isso e resolveu por si só estudar e criar um método próprio para ensiná-lo. Ela iniciou o processo dia 31/08/2010 e hoje em apenas 2 meses e meio, o seu filho já está lendo e escrevendo. Era preciso acreditar e a sua mãe acreditou. Que Deus seja louvado!!!
Esta situação toda me deixou muito triste, muito decepcionada! Mas nunca derrotada.


Nenhum comentário:

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato