Translate

15 de dezembro de 2011

NOVIDADES SOBRE AUTISMO E ASPERGER

Ter, 29/03/2011 - 22h01
Fonte:http://vilamulher.terra.com.br/novidades-sobre-autismo-e-asperger-9-6188853-142723-pfi-abreueleonora.php

Nova teoria sugere que o autismo pode ser reversível

Um grupo de cientistas propôs uma incrível nova teoria sobre o autismo, que sugere que o cérebros de pessoas com autismo são estruturalmente normais, apenas desregulados, querendo dizer que os sintomas da desordem podem ser reversíveis.O princípio central da teoria é que o autismo é causado por um desequilíbrio nolocus coeruleus, um feixe de neurônios noa base do cérebro, que processa os sinais sensoriais de todas as áreas do corpo. A teroria baseia-se em anos de observação de que algumas crianças autistas parecem melhorar quando têm febre.O sistema locus coeruleus-noradrenergic (LC-NA) é o único sistema cerebral envolvido em ?fabricar? a febre e controlar o comportamento. Está envolvido numa variedade de comportamentos complexos, como a atenção focada. Atenção focada nas coisas é um dos sintomas que definem o autismo.Os pesquisadores trabalham com a hipótese de que no autismo o sistema locus coeruleus-noradrenergic (LC-NA) está desregulado devido a fatores ambientais, genéticos e epigênicos (fatores ambientais externos que influenciam no comportamento dos gens).Fonte: Science Daily April 2, 2009


Síndrome de Asperger ligada a baixos níveis de cortisol
A obsessão por rotina e o desconforto com novas experiências, comum em crianças com um certo tipo de autismo podem estar relacionadas com baixos níveis de um hormônio do estress.Os pesquisadores observaram que crianças com Asperger não experimentam o aumento normal de cortisol ao acordarem de manhã. Os níveis do hormônio no organismo dessas crianças ainda por cima diminui no decorrer do dia, como acontece com aquelas crianças sem a síndrome.O corpo produz cortisol durante situações de estresse. O cortisol aumenta a pressão sanguínea e os níveis de açúcar para ?avisar? o organismo precisa se adaptar às mudanças ambientais. O leve aumento de cortisol ao acordar ajuda o cérebro a acordar para o resto do dia.O estudo sugere que crianças com Asperger podem não se ajustar adequadamente às mudanças para um novo ambiente ao acordarem, o que poderia afetar o modo como eles interagem com o mundo à sua volta. TSources: Forbes April 1, 2009

Nenhum comentário:

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato